Porta-bandeira Mirian Jalles se despede da Unidos do Cabuçu

_DSC0266paracapa

Depois de 5 anos como primeira porta-bandeira da Unidos do Cabuçu, Mirian Jalles anunciou na noite desta terça-feira (27/02), através de seu perfil pessoal na rede social, a sua despedida do cargo. Confira abaixo a transcrição da mensagem:

Carnaval 2017

Carnaval 2017

“Eu já sabia que esse dia chegaria, mas sentir ele na pele dói mais do que eu um dia pude imaginar. Foram 5 anos defendendo esse pavilhão que eu tanto aprendi a amar; 5 anos defendendo a escola que me viu crescer dentro e fora do carnaval; 5 anos de luta e 5 anos “juntin” da comunidade. Sou cria desses leões, não é atoa que sempre sonho com dois leões me defendendo, mas chega uma hora que a vida te obriga a voar pra longe. Eu sou eternamente grata a vocês, mas principalmente a velha guarda e as baianas que desde sempre me colocaram no colo e cuidaram de mim como se eu fosse neta de cada uma, eu amo cada uma de vocês e vocês estarão sempre dentro do meu peito, seja aqui no Cabuçu ou em qualquer outra parte do mundo! O apoio de vocês durante todos esses anos, foi FUNDAMENTAL para que eu acreditasse no meu potencial, obrigada!
Eu não poderia deixar de agradecer ao Renato Thor, que foi até a mim há 5 anos atrás, me oferecer esse cargo que muitos brigam por ele.

Carnaval 2016

Carnaval 2016

Obrigada pela confiança e pela amizade durante esses anos! Agradecer ao me eterno dir. de carnaval Andrezinho, que durante esse ano virou muito mais que um simples dir. de carnaval e sim um amigo! Desejo sorte a quem assumir esse posto e imploro que tenha muito respeito e cuidado por esse pavilhão, ele é o amor da minha vida e o amor da vida dessa comunidade linda. Ah! Minha família foi essencial e minha base para que eu conseguisse aguentar firme por todos esses anos! Hoje eu entrego esse pavilhão com a consciência de um dever cumprido, com a consciência de quem foi mais da metade do desfile com o braço dormente mas mesmo assim, foi até o final! Eu fui até o final por vocês, por cada olhinho brilhando que passou por mim e me desejou sorte. Foi por vocês que eu me mantive forte com um chapéu apertado segurando a minha circulação. Minha Cabuçu, que você brilhe muito, estarei aqui (de fora), vibrando por ti! Amar é ficar, mas amar é saber também a hora de partir!

Até logo, meus leões! 🦁💙”


Redação Ziriguidum: contato@ziriguidum.net.br

Fotos: Edson Siqueira

Deixe seu comentário