Conheça a divertida sinopse e a logomarca do enredo 2017 do Sereno de Campo Grande

SERENOb

O G.R.E.S. Sereno de Campo Grande, que desfila pelo Grupo C (ACSN) na Intendente Magalhães, vai falar do subúrbio carioca em seu enredo para o carnaval 2017. Tudo com muito bom humor.

Confira a sinopse e a logomarca oficial:

Com muito Calor Humano, o Sereno é Suburbano!

Partiu!

Não, aqui ninguém se esconde. A gente mora. A gente adora.

Subúrbio não é um lugar. O subúrbio é um lar. Dessa gente “que vai em frente sem nem ter com quem contar”.

Passinho à frente, por favor. Linha 3. Atenção ao fechamento da porta. Espreme aí, irmão! Próxima estação: subúrbio. Essa parada que é expressão da alma da gente. Um lugar em que se pode ser. No alto, no baixo. O subúrbio não tá no mapa. Tá na mente. Central / Campo Grandeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee!! Por cinco reais. É van! Edinaldo tá de carro, mas tem o problema do IPVA. Pifou na Brasil, é radiador… Debaixo desse p. calor! Passou direto, tava lotado. Ô ônibus muvucado!

Olha a janela. Paisagem mudando? Você está chegando! É um sururu o dia a dia. Só dá pra parar pra comer um cachorro quente da tia. Um carro que anuncia amaciante de roupa e pasta de limpar pia. Não sabe onde tem? Quer comprar e ninguém mostrou? Dobrou é logo ali: a rua “dos camelô”!

Passou mal, correu pro hospital!Nossa, que susto: UPA! Melhorou? Não? Bom fazer revisão na curimba ou na oração. Tem igreja, tem terreiro, Deus aqui nos fez irmãos! De vez em quando a chapa esquenta, o caveirão ao mundo adentra e o povo se defende como pode. É o sacode!

A alegria se agita nas roupas que dão tchau! dependuradinhas no varal… De cores se recobrem os dias com os respingos das pipas nas periferias! Nas paredes a Santa Ceia. Nas ladeiras o moto táxi que a todo momento serpenteia.

Na sexta, quem vem chegando do trabalho, larga a bolsa na cadeira. Primeiro o ponto no boteco! Casa é depois da saideira… Um repique começa dali, ao lado de um tantan. Se o negócio não é fraco, chega o cara do cavaco… “Esta noite eu vou te deixar no Sereno”… A mulher de voz aguda prejudica o vocalista. Uma criança pega um pandeiro: semente de sambista! Chega pro outro lado se não quiser cheirar carvão. É que ali, na sua beira, fica logo a churrasqueira: carne, asa e coração… E se o mês é de junho “cumpadi”, tem luxuoso arraiá! Botou a caixa na rua? Conseguiu ligar o som? Então “bora” curtir o funk mexendo esse tamborzão!

O subúrbio é essa casa que sempre tem quartos suficientes. É apertar mais um “cadinho”que sai mais um puxadinho. O subúrbio é essa árvore onde os corações fazem ninho.

Um velho sentado na porta sabe todos os seus cantinhos. Sabe do que já foi, sonha com o que não vem…Para melhor te prover, um lindo BRT! E para o pico mais periférico, que venha o teleférico! Para ofim do sofrimento, que chegue o saneamento! Porque não se vive de esmolas, que haja muitas escolas! Sendo celeiro dos bambas,que haja escolas de estudo, mas que haja sempre as de Samba!

A Coruja hoje lhe visita, sem reparar a bagunça… Vem confessar que em seu mundo, você é a tela de fundo. Vem contemplar o seu passado, celebrar o teu presente. Desejar que seus passos futuros tenham a poesia dos grafites que dão vida aos seus muros…

Carnavalescos Wagner Araújo e André Miranda

Presidente: Gilberto Leal

SERENO

Deixe seu comentário