Com o corte de 50% da verba da Prefeitura, estrutura dos desfiles da LIESB ficará por conta de patrocinadores

_DSC0882

Na reunião realizada neste sábado (11/11) na sede da LIESB, o presidente da Entidade, Gustavo Barros, deu uma notícia que já era de se esperar. A prefeitura do Rio de Janeiro também cortou 50% da verba de subvenção destinada ao Carnaval 2018 da Intendente Magalhães. A boa notícia, no entanto, é que as empresa – Uber, Ambev e Guanabara – ficarão responsáveis pela montagem da estrutura necessária para a realização dos desfiles, que acontecem do domingo a terça de carnaval e no sábado das campeãs, no total de 4 Grupos.

Ainda segundo a LIESB, há a possibilidade de um patrocínio em dinheiro para as escolas, mas nada ainda formalizado. Oficial mesmo é o acordo que trata exclusivamente da estrutura a ser montada na Intendente Magalhães, que será diferente em questão de arquibancada, som e iluminação.

Para o Carnaval 2017, a subvenção recebida pela LIESB foi em torno de um total de R$ 4 milhões para todas as escolas. As agremiações da Série B receberam R$ 200 mil cada. Já as escolas dos grupos C e D receberam, somadas, R$ 2 milhões. Com o corte da prefeitura, esse valor cairá pela metade. É importante ressaltar que as escolas da Série E não recebem subvenção.

Apesar disso, o regulamento para o Carnaval 2018 será mantido. A única modificação será o aumento do número de componentes. Segundo a LIESB, o desejo é de realizar um carnaval grandioso para mostrar força e chamar a atenção do Prefeito.


Redação Ziriguidum: contato@ziriguidum.net.br

Foto/capa (Unidos de Bangu – Série B 2017): Edson Siqueira

 

Deixe seu comentário