Carnaval 2017: final de samba da Portela termina em briga

brigaportela

O que era para ser uma festa bonita e de consagração ao samba escolhido para o desfile, lamentavelmente acabou em pancadaria e quebra-quebra na quadra da Portela, já na manhã deste sábado (15/10). Nem o apelo do presidente Luis Carlos Magalhães, que ao lado de Monarco e Tia Surica, pediu para que as torcidas não brigassem ao fim da festa, foi suficiente para que o evento terminasse de forma ordeira.

Uma briga de grandes proporções tomou conta da quadra logo depois que escola anunciou o samba vencedor, da parceria de Samir Trindade.

A pancadaria começou dentro da quadra e foi parar do lado de fora. Grades arremessadas para o alto, chuva de latas e o total descontrole dos torcedores dos sambas finalistas se alastrou de forma assustadora. Até mesmo mulheres foram agredidas. Gilsinho, o intérprete oficial da escola, também sofreu agressões e acabou sendo retirado por seguranças. No entanto, segundo relatos de testemunhas, pessoas que nada tinham a ver com a situação, e até mesmo ritmistas da escola, também foram agredidos. A confusão durou aproximadamente 20 minutos.

Em declaração ao site Sambarazzo, o presidente Luis Carlos Magalhães afirma que a confusão se deu início por parte da parceria que girou em torno do Noca da Portela, que inconformada com o resultado, gerou o tumulto. Luis Carlos afirma ainda que, ao se dirigir ao foco na confusão, foi ameaçado por doi componentes desse grupo. Segundo ele, estes elementos estão fotografados, outras pessoas viram e fotografaram também. – Todos eles vão ser submetidos ao Conselho para serem expulsos da ala (de compositores)., declarou.

A parceria de Samir Trindade, declarada campeã por 42 votos contra 5 da parceria de Noca da Portela e Diogo Nogueira, preferiu permanecer no palco até que as brigas terminassem. Mesmo assim, precisou sair da quadra escoltada.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Portela, não houve feridos e a polícia não precisou ser acionada. No entanto, o Ziriguidum recebeu relatos de pessoas agredidas e machucadas, que preferiram não se pronunciar.

Com certeza esta não era a Final de samba que Marcos Falcon gostaria de ter visto…

brigaportela2


Redação Ziriguidum: contato@ziriguidum.net.br

Fotos: Sambarazzo

Deixe seu comentário