Capa do CD LIESA 2018 recebe críticas dos sambistas na internet

capacd

capacdO CD dos Sambas de Enredo do Grupo Especial – Carnaval 2018 estará chegando às principais lojas de todo o país na segunda quinzena de novembro.
A informação é do diretor artístico do disco, Zacarias Siqueira de Oliveira, que apresentou, em primeira mão, a capa do álbum, cujas gravações prosseguem nos estúdios da Companhia dos Técnicos, em Copacabana, Rio de Janeiro.

Na capa, as duas campeãs de 2017, Portela e Mocidade, dividem o espaço. No entanto, muitos sambistas, através da internet, na Página oficial da Entidade (http://www.facebook.com/liesaoficial), criticaram a confecção da arte. Para muitos, a falta de criatividade foi o ponto mais alto. Para alguns portelenses, a foto da Águia com as asas cortadas remete a um acontecimento que todos os componentes da escola preferem esquecer (quando o abre-alas da escola entrou com a águia sem as asas no carnaval 2005). Para os Independentes, a ausência da alegoria com o símbolo da escola foi imperdoável.

Alguns internautas inclusive criaram suas próprias artes e, em tom jocoso, ofereceram o serviço gratuitamente para que a Liga as utilizasse em substituição da oficial. Entre apelos pela troca da capa antes do lançamento oficial (segundo alguns, ainda daria tempo), a insatisfação era unânime dentre os mais de 200 comentários.

O Ziriguidum selecionou alguns dos comentários postados na publicação sobre o CD na página oficial da LIESA. Confira:

Print da página da LIESA no Facebook

Print da página da LIESA no Facebook

Print da Página da LIESA no Facebook

Print da Página da LIESA no Facebook

Print da Página da LIESA no Facebook

Print da Página da LIESA no Facebook

E você, o que achou?


Redação Ziriguidum: contato@ziriguidum.net

 

 

Deixe seu comentário